Toda a magia da tecnologia…

Menos é mais.

Sempre gostei dessa frase e confesso ser adepta desse discurso. Hoje vemos o mundo em uma telinha enquanto assistimos TV ou esperamos o marido no metrô: a tecnologia nos dá essa facilidade de ter mais em uma coisa que cabe no bolso! É meio óbvio dizer que isso é fantástico, ainda mais depois de ter trabalhado tanto tempo com tecnologia móvel. Mas nunca imaginei que esses devices se tornariam tão vitais na vidas das pessoas!

Por que essa reflexão? Por causa desse vídeo, que retrata as transformações de uma mesa de trabalho desde os anos 80 até agora. Como tudo vai se resumindo a um único dispositivo, sabe? E por mais que não mostre a relação das pessoas com isso, todo mundo sabe como funciona…

FacebookTwitterGoogle+PinterestTumblrLinkedIn

A improvável NY

Estive faz um tempo em Nova Iorque e pude conhecer lugares que não tinha visto nas minhas outras visitas. E é incrível como podemos ir tantas vezes a um mesmo lugar e sempre achar algo novo… É como se fosse uma eterna “metamorfose ambulante”! Tá, confesso que dessa vez minha viagem tinha um propósito bem claro (e não era o de “turistar” tanto), mas rendeu ótimos passeios.

apace-NYgcentral Eike estação linda!

Comidinhas no Grand Central
Um dos meus lugares favoritos na cidade é o Grand Central. Ok, vocês podem me dizer que é apenas uma estação, certo? Mas adoro ver as pessoas entretidas em suas vidas, ou aqueles turistas maravilhados com o teto da estação… E até aquelas pessoas que sentam no chão e ficam pensando na vida (tipo eu!). Mas o fato é que, há uma parte meio gourmet na estação. Sim! É o Grand Central Dining Concourse e o Grand Central Market. Lá há uma infinidade de opções de restaurantes (incluindo os famosos cupcackes da Magnolia Bakery) e comidinhas no melhor estilo mercadão de SP. Eu adorei o passeio, embora estivesse abarrotado de turistas! (não sou fã de aglomerações! rs)

NY-gcentralmktYami! :P

Fugindo da 5a Avenida
Nessa viagem tive o privilégio de me hospedar em uma parte de Manhattan que não conhecia, o Upper East Side. E posso recomendar o bairro de olhos fechados! Adorei passear pelas ruas arborizadas, estar pertinho dos Museus e do Central Park, com uma Starbucks a cada esquina e com menos gente para passear e fazer comprinhas (óbvio!). Sim! Lá é possível encontrar as mesmas lojas badaladas da quinta avenida com menos turistas! YAY! :D Pude encontrar uma Barnes & Noble fantástica (meu lugar favorito na viagem!), a GAP, Best Buy, a Container Store (essa loja é tudo, gente! #morri), a Sephora, Aldo, Guess, Michael Kors, MAC, etc e tal. tudibom, gente. <3

NY-cstore NY-UEast
“Badulaques” na Contain Store/Vista do apartamento no Upper East Side

Andar de teleférico!
Imagina-se que em NY tenha de tudo, né? Mas nunca imaginei ver um teleférico lá! O Roosevelt Island Tramway atravessa o East River e liga a Roosevelt Island justamente com Upper East Side! Nem preciso dizer que esse “passeio” é barato e ainda é uma forma diferente de admirar a ilha de Manhattan. O teleférico fica na 2nd Avenue, pertinho da 60th Street! Quem usa mesmo esse meio de transporte, são os moradores das ilhas, sabe? Então é outra opção sem turistas! o/

NY-rtramAdoro esse tipo de passeio: diferente e barato!

E que venham mais viagens para a terra to Tio Sam! Assim posso conhecer outros pedacinhos dessa cidade fantástica e depois contar para vocês! :P

FacebookTwitterGoogle+PinterestTumblrLinkedIn

Tchau, sol!

Depois de contemplar a chuva, ver um belo pôr do sol é um dos espetáculos da natureza que eu mais gosto de viver. Pode parecer piegas, mas me sinto mais plena e consciente de que mais um dia (maravilhoso ou não!) está acabando… Sabe aquela sensação de dever cumprido? Pois é! Sempre me sinto assim quando tenho o prazer de ver o sol se pôr. Tem dias que estou no trânsito justamente nesse horário e é sempre uma alegria!

Como esse tema sempre chama a minha atenção, nas minhas redes sociais sempre tenho alguém que acaba compartilhando algo a respeito. E dessa vez foi esse vídeo maravilhoso! Feito no Terraço Itália, em São Paulo, mostra com leveza que ainda há muita beleza nessa cidade que todo mundo pensa que é de concreto puro.

Basta olhar para o céu…

Bom proveito! ;)

FacebookTwitterGoogle+PinterestTumblrLinkedIn

Blog day 2014

É, hoje a blogosfera fica em festa!
Bem, pra quem não sabe o que é, o Wikipedia explica que a data 31/08 foi escolhida como o Dia Internacional do Blog pela semelhança na escrita da palavra blog. E a tradição nos diz que todo ano precisamos indicar blogs que consideramos interessantes, para expandir a cultura “bloguerística” pela web.

Eu participei por alguns anos, mas a ideia acabou morrendo. Só que graças a iniciativa do Rotaroots, resolvemos retomar essa linda tradição na blogosfera. Vamos as minhas indicações?

glassesHora de ver a blogosfera com outros olhos, manolo!

Sou aquela típica leitora que lê, mas não comenta, sabe? Então, entre os blogs que não saem do meu feed (devo indicar 5) estão os que acompanho a mais tempo e são bem queridos! São os blogs da Ana Carô, Tamara, Carol, as lindas do Corre Mulherada e da Paula. Alguns me fazem rir, outros me deixam mais próxima do dia-a-dia, enfim… São pessoas queridas! <3

Como o rotaroots reúne uma quantidade grande(!!) de blogs, levei um tempo para conhecer todo mundo e colocar no blogroll os blogs com as quais eu me identifiquei mais. E entre eles, estão os blogs da Aninha (minha xará!), Andressa, Ana Paula (outra xará!), Patricia e a Mari.

Confesso que não há muitos blogs que me tiram da rotina. Para me inspirar ou ter aquele momento de relaxamento/descompressão eu costumo ir para o Pinterest! (eu assumo!) Então só indico um: o Lindezas. Que tem um montão de coisa linda e diferente!

Só não me achem do ‘clube da luluzinha’ por falar só de blogs de meninas, mas foram eles que me chamaram a atenção. Cada uma sua maneira, mas me levaram a seguinte conclusão: “nossa, baita blog legal!”

FacebookTwitterGoogle+PinterestTumblrLinkedIn

ROTAROOTS de Agosto: O que eu mais gosto de escrever no meu blog?

Finalmente tomei vergonha na cara para começar a participar (de verdade, verdadeira!) dos projetos de blogagem coletiva. Eu particularmente sempre achei interessante essa ideia de propor “temas” para a blogosfera conversar. Afinal, há inúmeras visões sobre um mesmo tema! E isso sempre me deixou fascinada. Então, nada mais justo do que começar respondendo a essa pergunta:

O que eu mais gosto de escrever no meu blog?

Como muitos sabem, escrevo por aqui há um bom tempo. Não vou falar sobre datas, porque estou chegando aos 30, tá? Mas, sempre gostei da blogosfera e não me vejo sem esse espaço para vomitar o que bem entendo. Como nunca tive intenção de ganhar dinheiro com esse espaço, acabo escrevendo coisas mais aleatorias. E é exatamente isso o que eu mais gosto de escrever!

coffee_worldviagens e café = o mundo perfeito!

É como seu eu pegar uma folha de papel em branco e escrever… Sem grandes pretensões! E como sou uma pessoas de fases, acabo devontando um tempo da minha vida para estar imersa nesse universo. Por isso, acabo escrevendo mais a respeito desses momentos por aqui! Por exemplo, estou na fase café. Ou seja, escrevo aletoriedades sobre café! (vide as canecas dos sonhos, vídeos e curiosidades sobre o pretinho do nosso coração!)

Mas, há uma “eterna” fase na minha vida: viagens. Lugares, dicas, informações… Tudo relativo a colocar uma mochila nas costas e desbravar o que eu não conheço é algo que me fascina! Só que, confesso que tenho preguiça de escrever sobre isso. É meio repetitivo na blogosfera, sabe? Então, acho meio bleh.

E filosofias à parte, o importante mesmo é escrever! Seja de vez em quando, sobre qualquer assunto e a qualquer hora. Eu acredito muito nesse momento de descompressão. <3

    Este post faz parte da blogagem coletiva do Rotaroots, um grupo de blogueiros saudosistas que resgata a velha e verdadeira paixão por manter seus diários virtuais. Para ler todas as blogagens coletivas do Rotaroots, clique aqui. Quer participar? Então faça parte do nosso grupo no Facebook e inscreva-se no Rotation.

FacebookTwitterGoogle+PinterestTumblrLinkedIn